CVM rejeita acordo de R$ 1,2 milhão com diretor da CSN

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) rejeitou a proposta de R$ 1,2 milhão do diretor de relações com investidores da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), Davi Moise Salama, para encerrar um processo relacionado à divulgação de fatos relevantes em 2017 sobre a paralisação de atividades em Volta Redonda (RJ). Essa foi a terceira vez que o executivo teve uma tentativa de acordo recusada.

CVM rejeita acordo de R$ 1,2 milhão com diretor da CSN CVM rejeita acordo de R$ 1,2 milhão com diretor da CSN CVM rejeita acordo de R$ 1,2 milhão com diretor da CSN CVM rejeita acordo de R$ 1,2 milhão com diretor da CSN CVM rejeita acordo de R$ 1,2 milhão com diretor da CSN

Alto-forno da CSN em Volta Redonda no Rio de Janeiro/Divulgação