Disposição de rejeitos a seco cresce entre mineradoras após desastres em MG

O armazenamento de rejeitos à umidade natural ou a seco se tornaram uma grande tendência no setor mineral após os desastres causados pelas barragens da Samarco em Mariana, em 2015, e da Vale em Brumadinho, em 2019, ambas em Minas Gerais.

Disposição de rejeitos a seco cresce entre mineradoras após desastres em MG Disposição de rejeitos a seco cresce entre mineradoras após desastres em MG Disposição de rejeitos a seco cresce entre mineradoras após desastres em MG Disposição de rejeitos a seco cresce entre mineradoras após desastres em MG Disposição de rejeitos a seco cresce entre mineradoras após desastres em MG

Vale também adota métodos para concentração a seco de minério/Divulgação

O método descarta o uso de estruturas como as que se romperam e dão destinação útil ao rejeito, que vai desde a construção civil, com a