MP recorre de honorários em recuperação judicial da Samarco

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) recorreu da decisão que definiu os honorários para quatro administradores que atuam na recuperação judicial da Samarco. O órgão afirma que o agravo de instrumento, com efeito suspensivo, é contra a decisão que fixou a remuneração de 1% sobre o valor do passivo da mineradora para o pagamento dos honorários dos administradores.

MP recorre de honorários em recuperação judicial da Samarco MP recorre de honorários em recuperação judicial da Samarco MP recorre de honorários em recuperação judicial da Samarco MP recorre de honorários em recuperação judicial da Samarco MP recorre de honorários em recuperação judicial da Samarco

Concentrador 3 do Complexo de Germano da Samarco, em Mariana (MG)/Divulgação

article_image