Defesa da Samarco acusa fundos de "chantagem" sobre reparação em Mariana

A defesa da Samarco diz que a empresa sofre “chantagem” de “fundos abutres”, depois que credores da companhia tentaram impedir na Justiça que a empresa faça pagamentos à Fundação Renova – responsável pelas ações de reparação da tragédia de Mariana (MG), ocorrida em 2015. As declarações são do advogado que representa a Samarco, Daniel Vilas Boas, do escritório VLF.

Defesa da Samarco acusa fundos de "chantagem" sobre reparação em Mariana Defesa da Samarco acusa fundos de "chantagem" sobre reparação em Mariana Defesa da Samarco acusa fundos de "chantagem" sobre reparação em Mariana Defesa da Samarco acusa fundos de "chantagem" sobre reparação em Mariana Defesa da Samarco acusa fundos de "chantagem" sobre reparação em Mariana

Lama da barragem de Fundão, da Samarco, que se rompeu em Mariana (MG)/Agência Brasil

Ele afirma que a "chantagem" tem o objetivo de garantir melhores termos na negociação para o pagamento dos créditos discutidos dentro do processo de recuperação

article_image