Desvalorização do real e China devem continuar impulsionando resultados da Vale

Depois dos resultados da Vale e das siderúrgicas referentes ao segundo trimestre de 2020, os analistas se mostram otimistas com as perspectivas para as empresas, especialmente para a mineradora. Segundo os profissionais do mercado, o patamar do dólar frente ao real não deve mudar muito no curto prazo, talvez nem no médio prazo, o que favorece as receitas das empresas com exportações, e a recuperação da atividade econômica na China, especialmente das indústrias, deve servir de suporte para os resultados nos próximos trimestres.

Desvalorização do real e China devem continuar impulsionando resultados da Vale Desvalorização do real e China devem continuar impulsionando resultados da Vale Desvalorização do real e China devem continuar impulsionando resultados da Vale Desvalorização do real e China devem continuar impulsionando resultados da Vale Desvalorização do real e China devem continuar impulsionando resultados da Vale

Mina de Brucutu, da Vale

Enrico Cozzolino, analista do Daycoval Investimentos, afirma que continua tão otimista com a Vale quanto estava no final de 2019, inclusive pela expectativa de pagamento de dividendos,

article_image