BHP enfrenta processo de US$ 6,3 bilhões por rompimento de barragem em Mariana

Mais de 200.000 pessoas e entidades brasileiras iniciarão na próxima semana um processo de 5 bilhões de libras (US$ 6,3 bilhões) contra a mineradora anglo-australiana BHP na Grã-Bretanha por causa do rompimento da barragem de Fundão, ocorrido em Mariana (MG) em 2015, considerado o pior desastre ambiental do Brasil.

BHP enfrenta processo de US$ 6,3 bilhões por rompimento de barragem em Mariana BHP enfrenta processo de US$ 6,3 bilhões por rompimento de barragem em Mariana BHP enfrenta processo de US$ 6,3 bilhões por rompimento de barragem em Mariana BHP enfrenta processo de US$ 6,3 bilhões por rompimento de barragem em Mariana BHP enfrenta processo de US$ 6,3 bilhões por rompimento de barragem em Mariana

Efeitos do rompimento da barragem da Samarco em Mariana (MG). Credito: NMB

A alegação de grupo, uma das maiores da história jurídica britânica, foi apresentada em nome de indivíduos, empresas, igrejas, organizações,

article_image