Samarco perde na Justiça e atingidos podem definir valor de indenização

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) recusou por unanimidade um recurso da Samarco, joint venture da Vale com a BHP Billiton, contra a liberação do valor para pagamento da Matriz de Danos dos atingidos pelo desastre de Mariana (MG), estimado em cerca de R$ 1,5 milhão. Com isso, os valores das indenizações poderão ser mais próximos àqueles pedidos pelas vítimas. 

Samarco perde na Justiça e atingidos podem definir valor de indenização Samarco perde na Justiça e atingidos podem definir valor de indenização Samarco perde na Justiça e atingidos podem definir valor de indenização Samarco perde na Justiça e atingidos podem definir valor de indenização Samarco perde na Justiça e atingidos podem definir valor de indenização

Antigo distrito de Bento Rodrigues

 

Em suma, a decisão legitimiza a base de cálculo independente para indenizações que foi requisitada pelos atingidos, que agora poderá substituir nos processos

article_image