Samarco terá que pagar R$ 40 milhões por danos coletivos

A Samarco deverá pagar R$ 40 milhões por danos morais coletivos em decorrência do rompimento da barragem de Fundão, ocorrido em 2015, em Mariana (MG). O acordo foi homologado pela juíza do Trabalho Flavia Storti, da vara de Ouro Preto (MG) em ação civil pública movida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) contra a mineradora e as suas controladoras, Vale e BHP Billiton.

Samarco terá que pagar R$ 40 milhões por danos coletivos Samarco terá que pagar R$ 40 milhões por danos coletivos Samarco terá que pagar R$ 40 milhões por danos coletivos Samarco terá que pagar R$ 40 milhões por danos coletivos Samarco terá que pagar R$ 40 milhões por danos coletivos

Estragos causados pelo rompimento da barragem de Fundão

 

Além da indenização, a empresa terá que adotar uma série de medidas para retomar as operações em Mariana, incluindo a elaboração e

article_image