BNDES nega apoiar plano de renovação de térmicas a carvão do governo Bolsonaro

O plano do governo Bolsonaro de renovar o atual parque de usinas térmicas de carvão mineral com um investimento de R$ 20 bilhões em dez anos não contará com aporte do BNDES. O principal banco estatal de apoio e financiamento ao setor elétrico afirma que só apoia energia limpa e que, até segunda ordem, não pretende colocar nenhum centavo nessa proposta, que é um dos principais programas energéticos do governo federal.

BNDES nega apoiar plano de renovação de térmicas a carvão do governo Bolsonaro BNDES nega apoiar plano de renovação de térmicas a carvão do governo Bolsonaro BNDES nega apoiar plano de renovação de térmicas a carvão do governo Bolsonaro BNDES nega apoiar plano de renovação de térmicas a carvão do governo Bolsonaro BNDES nega apoiar plano de renovação de térmicas a carvão do governo Bolsonaro

Banco de fomento defende matriz enegética limpa/Divulgação/Divulgação

O Ministério de Minas e Energia (MME), para evitar atrito, justifica que a decisão do banco teria relações com a definição de "prioridades" de investimento,

article_image