CPI de Brumadinho não obtém provas contra cúpula da Vale

A Comissão de Inquérito Parlamentar (CPI) criada no Senado para investigar o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho (MG) pouco avançou sobre as responsabilidades da cúpula da mineradora no desastre. Ela caminha em ritmo lento sem revelações de testemunhas-chave e sem fazer a análise de dados gerados por quebras de sigilo telefônico e de e-mail. Instalada em 13 de março com 11 titulares, CPI deve acabar até meados de julho.

CPI de Brumadinho não obtém provas contra cúpula da Vale CPI de Brumadinho não obtém provas contra cúpula da Vale CPI de Brumadinho não obtém provas contra cúpula da Vale CPI de Brumadinho não obtém provas contra cúpula da Vale CPI de Brumadinho não obtém provas contra cúpula da Vale

Senado Federal

A dificuldade dos trabalhos na comissão levou a presidente, Rose de Freitas (Pode-ES), a pedir em plenário ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) a substituição