Indústria extrativa tem queda recorde de produção após Brumadinho, diz IBGE

O rompimento da barragem de rejeitos de minério de ferro da mina Córrego do Feijão, da Vale, em Brumadinho (MG), e as consequências sobre a produção de outras unidades da Vale em Minas Gerais pesaram sobre o resultado da indústria extrativa nacional em fevereiro, informou hoje (2) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Indústria extrativa tem queda recorde de produção após Brumadinho, diz IBGE Indústria extrativa tem queda recorde de produção após Brumadinho, diz IBGE Indústria extrativa tem queda recorde de produção após Brumadinho, diz IBGE Indústria extrativa tem queda recorde de produção após Brumadinho, diz IBGE Indústria extrativa tem queda recorde de produção após Brumadinho, diz IBGE

Lama de rejeitos da barragem do Córrego do Feijão, da mineradora Vale, em Brumadinho (MG)

De acordo com a "Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física (PIM-PF)", a indústria extrativa cedeu 14,8% entre janeiro e fevereiro.

article_image