Curtas: Termomecanica registra crescimento de 14% da receita

Leia também nas Curtas de hoje: Vice-prefeito afirma que municípios mineradores têm que ter políticos honestos; Hidrovias do Brasil registra prejuízo de R$ 81 milhões; Prazo para envio de trabalhos para 16º CBGE é prorrogado
 Curtas: Termomecanica registra crescimento de 14% da receita  Curtas: Termomecanica registra crescimento de 14% da receita  Curtas: Termomecanica registra crescimento de 14% da receita  Curtas: Termomecanica registra crescimento de 14% da receita  Curtas: Termomecanica registra crescimento de 14% da receita

Fábrica da Termomecanica

Termomecanica registra crescimento de 14% da receita

A Termomecanica, empresa do setor de transformação de metais não ferrosos, registrou um crescimento de 13,6% na receita de 2017 comparada ao ano anterior, totalizando R$ 1,41 bilhão. Já o lucro operacional teve também uma evolução, acompanhado por um crescimento de 340% no lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda), atingindo a margem de 11%, e 101% no lucro líquido.

O volume de exportação dobrou de 2014 para 2017 e, comparando 2016 com ano passado, houve um salto de 25,7% nas vendas para o mercado externo. Com relação ao mercado nacional, a Termomecanica tem uma participação de 46%, houve um crescimento de 9% nas vendas. As informações são da Termomecanica.

Vice-prefeito afirma que municípios mineradores têm que ter políticos honestos

O vice-prefeito de Canaã dos Carajás (PA), Alexandre Pereira, declarou, no 1º Encontro Estadual de Educação Profissional e Tecnológica, que os municípios mineradores têm por obrigação ter políticos honestos. Pereira ainda disse que Canaã dos Carajás deve buscar a sua independência e não ser mais dependente da atividade mineradora. "A Cfem não é a mais importante, e os demais recursos caíram […] Vamos esquecer um pouco da mineração e trabalhar para nós mesmos" , afirmou. As informações são do Portal Canaã.

Hidrovias do Brasil registra prejuízo de R$ 81 milhões

A empresa de soluções logísticas para transporte hidroviário de commodities, Hidrovias do Brasil, divulgou ontem (16) prejuízo de R$ 81,2 milhões nos três primeiros meses de 2018, um aumento de 2,5 vezes em relação à perda de R$ 32,4 milhões registrada no mesmo período do ano passado.

O resultado da companhia foi prejudicado pelo aumento de 3,7 vezes do saldo negativo do resultado financeiro, com as despesas crescendo 2,5 vezes no período, para R$ 172 milhões. A companhia atribuiu a piora à emissão de US$ 600 milhões em títulos de dívida internacional, ocorrida em janeiro, para otimizar a estrutura de capital. O montante será utilizado para o pré-pagamento de dívidas existentes. As informações são do Valor Econômico.

Prazo para envio de trabalhos para 16º CBGE é prorrogado

A Associação Brasileira de Geologia de Engenharia e Ambiental (ABGE) prorrogou o prazo para envio de trabalho para o 16º Congresso Brasileiro de Geologia de Engenharia (CBGE) até o dia 21 de maio. Os trabalhos devem ser enviados pelo site do Congresso.

O tema central do 16º Congresso Brasileiro de Geologia de Engenharia e Ambiental é "Geologia de Engenharia e Ambiental, onde estamos e para onde vamos". No evento, que acontece entre os dias 2 e 6 de setembro, em São Paulo, a ABGE comemorará 50 anos. As informações são da ABGE.

 

 

topics

loader