Sindicatos e políticos querem energia barata para manter empregos no setor de ferroligas

Lideranças políticas, prefeituras e sindicatos de trabalhadores do setor de ferroligas de Minas Gerais querem discutir a extensão da Medida Provisória 677/15 a todo o país. A MP beneficiou estados do Nordeste, permitindo a comercialização da energia elétrica consumida pelas fábricas produtoras de ferroliga a preços subsidiados. Este ano o setor cortou pelo menos 5 mil vagas no Estado.

Sindicatos e políticos querem energia barata para manter empregos no setor de ferroligas
Sindicatos e políticos querem energia barata para manter empregos no setor de ferroligas
Sindicatos e políticos querem energia barata para manter empregos no setor de ferroligas
Sindicatos e políticos querem energia barata para manter empregos no setor de ferroligas
Sindicatos e políticos querem energia barata para manter empregos no setor de ferroligas
loader