Siderúrgicas brasileiras têm ociosidade acima da média mundial

As siderúrgicas brasileiras usam 68% da capacidade instalada, em 2014. A média mundial de ocupação da capacidade é de 77%. As informações são do presidente da Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM) e membro do Conselho e do Comitê de Estratégia da Gerdau, Alfredo Huallem.

Siderúrgicas brasileiras têm ociosidade acima da média mundial
Siderúrgicas brasileiras têm ociosidade acima da média mundial
Siderúrgicas brasileiras têm ociosidade acima da média mundial
Siderúrgicas brasileiras têm ociosidade acima da média mundial
Siderúrgicas brasileiras têm ociosidade acima da média mundial

A deterioração dos indicadores da economia brasileira e o esgotamento do modelo de crescimento fundamentado no consumo penalizam o parque siderúrgico nacional, quando comparado com o mercado

loader