BIZARRO: Vidro feito com urânio atrai colecionadores

Conheça o lado curioso e insólito da mineração e dos minerais: Jaguar vai fabricar famoso carro de corrida com carroceria de alumínio; Falso projeto de mineração no fundo do mar era disfarce da CIA.
BIZARRO: Vidro feito com urânio atrai colecionadores BIZARRO: Vidro feito com urânio atrai colecionadores BIZARRO: Vidro feito com urânio atrai colecionadores BIZARRO: Vidro feito com urânio atrai colecionadores BIZARRO: Vidro feito com urânio atrai colecionadores

Vidro feito com urânio atrai colecionadores

O vidro de urânio emite um brilho suave devido a adição do minério durante o processo de criação. Peter Marti e Markus Berner, são colecionadores e comercializam vidro antigo em em Wangen an der Aare, uma cidade na Suíça. Eles descobriram o vidro de urânio há cerca de 15 anos em um mercado e vem colecionando peças feitas com esse material desde então.

Como muitos colecionadores de vidro de urânio, eles são atraídos pelo tipo conhecido como "pearline", que foi criado por várias empresas, principalmente no Reino Unido, do final do século 19 ao século 20. A "pearline" amarela é chamada vaselina, porque a sombra é semelhante à cor do produto derivado do petróleo até que seja exposta à luz ultravioleta, quando brilha num tom de verde-claro.

O vidro de urânio é ligeiramente radioativo, o suficiente para se detectar em contadores Geiger. Mas os níveis são quase iguais aos de aparelhos elétricos, como os fornos de microondas, que não representam nenhuma ameaça para a saúde. As informações são da Reuters.

Jaguar vai fabricar famoso carro de corrida com carroceria de alumínio

A Jaguar voltará a fabricar em Browns Lane, no Reino Unido, o icônico Jaguar D-Type sessenta anos após a última unidade das 75 produzidas. O Jaguar D-Type é um dos modelos que marcaram história do automóvel, tendo vencido as 24 Horas de Le Mans, a mais famosa e difícil prova de longa duração do automobilismo mundial, três vezes seguidas, entre 1955 e 1957.

As primeiras unidades chegaram a ser construídas em uma liga de magnésio, mas o elevado custo e a enorme dificuldade na hora de fazer qualquer tipo de reparo acabaram levando a Jaguar a optar pelo alumínio, que garante um custo-benefício muito melhor, tanto no orçamento como para a mão de obra na oficina.

Lançado em 1954, com previsão de 100 unidades, sua produção acabou interrompida antes disso. Agora, a Jaguar Classic, divisão responsável pelos modelos clássicos e históricos da marca inglesa, decidiu que irá produzir artesanalmente as 25 unidades "restantes". As informações são do Aluauto.

Falso projeto de mineração no fundo do mar era disfarce da CIA

Em 1974, a Agência de Inteligência dos Estados Unidos (CIA, na sigla em inglês) fez uma operação para encontrar um submarino soviético que havia naufragado com mísseis nucleares, mas para que ninguém ficasse sabendo, criou o Projeto Azorian, que teria como objetivo a exploração de riquezas minerais.

Quase meio século depois, Leslie Kewa, um especialista em operar máquinas gigantescas, quer explorar as riquezas minerais no mar da Papua Nova Guiné. O projeto, tocado por uma empresa canadense, a Nautilus Minerals, será gerenciado a partir de um navio nas águas tropicais do Mar de Bismarck, nos arredores de Papua Nova Guiné. Três dessas máquinas serão levadas aos declives de um vulcão submarino.

"Fizemos a mineração oceânica parecer muito mais crível. Realmente enganamos muita gente, e é surpreendente que a história tenha sido sustentada por tanto tempo", diz Dave Sharp, ex-agentes da CIA . Com informações da BBC.

topics

loader

Most read Colunas