Aura Minerals estreia na B3 em queda e com baixo volume de negociação

Os Brazilian Depositary Receipts (BDRs) da mineradora de ouro Aura Minerals começaram a ser negociados na segunda-feira (6) na B3 sem despertar grande entusiasmo dos investidores. No primeiro dia da oferta que marcou a estreia da canadense no mercado acionário brasileiro, os papeis da companhia fecharam em baixa de 6,12%, a R$ 769,80.

Aura Minerals estreia na B3 em queda e com baixo volume de negociação Aura Minerals estreia na B3 em queda e com baixo volume de negociação Aura Minerals estreia na B3 em queda e com baixo volume de negociação Aura Minerals estreia na B3 em queda e com baixo volume de negociação Aura Minerals estreia na B3 em queda e com baixo volume de negociação

Operação da Aura Minerals

article_image